Moro manda reservar sala especial na Superintendência da PF em Curitiba

‘Ex-presidente ficará separado de outros presos, sem risco para sua integridade moral ou física’, diz juiz em despacho.

A sala na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba já está pronta para receber o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A sala era usada como uma espécie de dormitório para agentes da PF que iam a Curitiba a trabalho. Tem banheiro e fica no quarto andar do prédio, longe da ala da custódia onde estão outros presos da Lava Jato, entre eles, o ex-ministro do próprio Lula e da ex-presidente Dilma RousseffAntonio Palocci, que tenta acordo de delação, e também o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que afirmou em depoimento que o apartamento triplex do Guarujá era a propina para Lula.

A segurança dessa sala será feita 24 horas por dia por agentes da própria Polícia Federal que vão se revezar. O ex-presidente terá banho de sol mais longo, de duas horas por dia. Lula ainda terá um sistema diferenciado de visitas. Não será na quarta-feira, como os outros presos.

Na noite desta quinta-feira (5), a cúpula da polícia no Paraná se reuniu para analisar um plano para garantir a segurança em torno da superintendência.

No despacho em que determinou que o ex-presidente Lula se apresente até as 17h da sexta-feira (6) na PF, Sérgio Moro determinou também a prisão de dois executivos da OAS Léo Pinheiro e Agenor Franklin Medeiros, mas os dois já foram julgados em segunda instância em outro processo da Lava Jato e, por isso, já estão presos.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná disse que a Polícia Militar está apta a agir em caso de manifestações e, se convocada, pode participar de um evento planejamento para a chegada segura do ex-presidente Lula em Curitiba na sexta.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *