Quatro traficantes são presos com pasta base de cocaína trazida da Bolívia

Quatro traficantes são presos com pasta base de cocaína trazida da Bolívia

Quatro jovens envolvidos com tráfico de drogas, entre eles um menor de idade, foram presos em flagrante em uma ação conjunta das Forças de Segurança, realizada na quinta-feira (29.03), em Porto Esperidião (326 km a Oeste). Os suspeitos foram flagrados transportando drogas adquiridas na Bolívia.

O trabalho da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), Delegacia Especial de Fronteira (Defron), Agência Regional de Inteligência  (ARI) do 6º Comando Regional de Cáceres (228 km a Oeste), e Grupo Especial de Segurança Pública (Gefron) resultou na apreensão de dois quilos de pasta base de cocaína e de duas motocicletas.

Os acusados, Lucas da Cruz Santana, 23, Daniel de Faria dos Santos, 19, Mateus de Souza, 18, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O adolescente, J.M.S., 17, é irmão de Daniel e foi autuado pelo ato infracional análogo aos mesmos crimes.

A ação teve inicio após levantamentos e troca de informações entre as instituições sobre a atuação de traficantes na localidade conhecida como “Laranjal”, zona rural de Porto Esperidião. Durante monitoramento da região, as equipes policiais visualizaram duas motocicletas ocupadas pelos suspeitos.

Na abordagem aos investigados, foi realizada a revista pessoal, sendo um deles flagrado com uma mochila com dois quilos de pasta base de cocaína. Os ocupantes da outra motocicleta seguiam à frente como ‘batedores’, com objetivo de avistar possíveis policiais na estrada.

Questionados, os suspeitos disseram que compraram a droga na cidade de San Mathias, na Bolívia, pelo valor de R$ 13 mil e que a droga teria como destino a cidade de Mirassol D’Oeste. Diante da situação, as duas motocicletas Honda Titan foram apreendidas e os acusados conduzidos a Defron. Após serem interrogados pela delegada Cinthia Gomes da Rocha Cupido foi lavrado o flagrante.

O delegado titular da DRE, Vitor Chab Domingues, e o delegado, Marcelo Miranda Muniz, destacaram a importância da integração entre as unidades na repressão ao tráfico de entorpecentes. “A DRE tem como foco atuar sempre junto as demais forças de segurança o tráfico de drogas, seja o doméstico ou interestadual”, destacou Vitor Chab.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *