Filme de Edir Macedo é campeão de bilheteria mas tem salas vazias

Filme de Edir Macedo é campeão de bilheteria mas tem salas vazias

A cinebiografia de Edir Macedo que, vendeu quatro milhões de ingressos mesmo antes da estreia, na última quinta-feira (29), tem tido sessões vazias em cinemas de todo o país.

“Nada a Perder” é a maior bilheteria nacional deste primeiro trimestre, conforme divulgado pela distribuidora Paris Filmes, mas grande parte das mil salas nas quais estreou no Brasil estão vazias – a exemplo do que ocorreu com o filme “Os Dez Mandamentos”.

Segundo reportagem do jornal O Globo, mulheres entregaram ingressos de graça à repórter na porta do cinema. Segundo testemunhas pré-vendas nos templos ou doações de bilhetes por pastores, é praticamente impossível encontrar ingressos disponíveis.

A Paris Filmes não quis comentar e o departamento de comunicação social da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) defendeu, por e-mail enviado ao jornal O Globo, que o questionamento de que estaria comprando convites para distribuir é uma “acusação vergonhosa”.

Nesta sexta-feira, a Iurd divulgou outra nota: “A mídia, os produtores e promotores de fake news tentarão, de todas as formas, espalhar que o êxito do filme foi manipulado, que os ingressos teriam sido comprados pela Universal e distribuídos aos fiéis. É mentira! A Universal não comprou, nem comprará entradas de cinema. O que existe é a mobilização espontânea de grupos e de membros da Universal, que se organizaram para que o maior número de pessoas tenha chance de assistir ao filme”.

O longa dirigido por Alexandre Avancini e com Petrônio Gontijo no papel do fundador da Universal chegará ainda a 700 salas da América Latina, África do Sul e Angola. O longa-metragem, também ficará disponível no catálogo da Netflix três meses após a estreia.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *