Professor preso por assédio sexual em MT mandou mensagens para celular de aluno: ‘Você curte?’

Suspeito é presidente da subsede do sindicato dos professores em Campos de Júlio. Ele foi autuado em flagrante por assédio sexual e continua preso até o pagamento de fiança.

 Suspeito de assediar sexualmente um aluno de 16 anos, um professor do município de Campos de Júlio, a 692 km de Cuiabá, mandou mensagens para o celular do aluno e foi preso. As conversas foram encontradas pela mãe do estudante que denunciou o caso à polícia.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT) afirmou que está acompanhando a situação e adotou todas as medidas administrativas necessárias para investigar o caso.
O professor, que não teve a identidade divulgada, está preso desde o sábado (17) e deve ficar detido até o pagamento da fiança arbitrada em R$ 12 mil.

A conversa é iniciada pelo professor que faz um comentário sobre a foto de papel de parede do aluno. Na imagem, o adolescente aparece segurando um buquê de rosas.

Em seguida, o suspeito continua a conversa perguntando se o aluno “curte algo entre dois caras”.

Na casa do professor foram apreendidos computadores, pendrives e cartões de memória. Os materiais devem se encaminhados para perícia.

À polícia, a mãe relatou que as mensagens trocadas entre o aluno e o professor incitavam o adolescente a praticar relação sexual com ele.

 

O suspeito é presidente da subsede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) naquele município. Em nota, a instituição lamentou o ocorrido e disse aguardar o resultado das investigações.

Jornalista Renato Pantanal

Jornalista e redator

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *