Jornalista Renato Pantanal 13 de dezembro de 2017

Piloto, a mulher dele e o filho fizeram contato pela última vez no sábado (9), após decolarem de Colniza para Juara. Paraquedistas da FAB fazem buscas no local onde o avião teria caído.

A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou, nesta terça-feira (12), “vestígios” que seriam da aeronave desaparecida com três pessoas, entre os municípios de Juruena e Juara, a 893 km e 690 km de Cuiabá, respectivamente. O avião está desaparecido desde sábado (9), após decolar do Distrito Nova União, em Colniza, a 1.065 km de Cuiabá, com destino ao município de Juara.

A aeronave, prefixo PU-MMT, modelo Paradise P1, levava o piloto Leandro Ferreira Pascoal, de 28 anos, a mulher dele, Francieli Reseto Pascoal, e o filho do casal, Felipe Pascoal, de 1 ano e 7 meses. Leandro é pecuarista e visitaria familiares na cidade, onde ficaria por três semanas.

Por meio de nota, a FAB disse que paraquedistas foram lançados da aeronave de busca e que, neste momento, estão averiguando o local.

Segundo a Polícia Civil de Mato Grosso, que está auxiliando nas buscas pela aeronave, o avião teria sido encontrado em uma área de mata de difícil acesso, próximo ao local conhecido como “paredão”, em Juruena.

A polícia disse, ainda, que “a expectativa é de que os ocupantes tenham sobrevivido ao acidente e estejam a espera de socorro no local, pois o avião não se destroçou”.

Desaparecimento

Leandro fez o último contato às 10h30 [horário de Mato Grosso] no sábado, quando disse à família que estava sobrevoando Juruena e estava a 40 minutos de Juara. No contato, ele pediu para que os parentes esparasse por eles no aeroporto de Juara.

Os celulares de Leandro e Francieli estão fora da área de cobertura. Conforme a família, Leandro tinha costume de fazer esse trajeto há quatro anos e nunca teve problemas. A aeronave pertence ao piloto.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*