Jornalista R. Pantanal 23 de novembro de 2017

Delator acusa Crivella de receber R$ 450 mil de propina em esquema com empresas de ônibus

Delator acusa Marcelo Crivella e diz que prefeito do Rio de Janeiro também recebeu propina. Uma pessoa ligada a um doleiro, que seria operador do esquema de propina e corrupção nas empresas de ônibus do Rio, disse, em depoimento ao Ministério Público, que pagou “caixinha”, pagou por fora ao prefeito Marcelo Crivella (PRB). Ele já tinha denunciado o mesmo esquema envolvendo o atual governador do Estado, Luiz Fernando Pezão.

Segundo o funcionário, Edmar Dantas, foram cinco pagamentos feitos a Crivella nos anos de 2010 e 2012. O dinheiro teria sido arrecadado pelo tesoureiro de campanha de Crivella no gabinete de campanha do atual prefeito. A propina seria de cerca de R$ 450 mil. Crivella negou as acusações, chamou a denúncia de absurda e afirmou que há retaliações de empresas de ônibus que não se conformaram com as reduções das tarifas neste ano.

Mais casos de políticos no RJ
Nove deputados de oposição entraram com uma representação no Conselho de Ética da Alerj nesta quarta-feira contra os três deputados que estão presos em Benfica por quebra de decoro parlamentar.

O problema é que o presidente do Conselho de Ética também está preso: Edson Albertassi. Nesta quarta-feira, teve protestos nas portas do presídio de Benfica e da Alerj, em comemoração às prisões de Jorge Picciani, Edson Albertassi, Paulo Melo, Anthony e Rosinha Garotinho.

O MPE também quer cassar a prisão domiciliar de Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do Estado. O pedido será analisado pela Justiça nesta quinta-feira (23).

*Informações do repórter Rodrigo Viga

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*